Em suspensão no ato  

Posted by Peh Noir in ,

laurel holloman
by sarahkb

A fusão quem não deseja isso? A entrega plena... Quem não sonha com isso? Como atriz a Laurel pode viver (de empréstimo) emoções que teoricamente não pertencem a ela... Mas mesmo com toda a técnica... Com toda a experiência... A nossa humanidade nos trai... Nos põe em suspensão.

Nem um lugar é seguro Carol... Porque o inesperado mora ao lado... É completamente imponderável. E em sua
desfaçatez eu percebo como é bom viver por emprestado. Bem, deve ser bom... Seguro e ordinário.

Eu não sei... De empréstimo nada vivo... Não sou boa atriz... Mas para você Carol ilustro sua plena entrega com um momento íntimo da mulher Tina...

laurel holloman
by sarahkb


This entry was posted on quinta-feira, julho 03, 2008 at quinta-feira, julho 03, 2008 and is filed under , . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

1 comentários

Até que é bom sim viver por emprestado... mas as vezes só!rs
Me expondo bem neste momento, admito que certos textos que escrevo me trazem, as vezes, mais tristezas que alegrias, por vários motivos distintos. Eu particularmente uso uma carga emocional muito grande pra escrever o que me desgasta bastante, mas tb de certa forma me faz bem :)
E concordo plenamente " o inesperado mora ao lado" o que tem sido assustador pra mim nos ultimos tempos!rs
bjus
p.s:adorei as fotos

7/08/2008

Postar um comentário